Quando pago franquia do seguro auto?

Publicado por Jeniffer Elaina da Silva. Data da publicação: Jeniffer Elaina da Silva

Quando você adquire um seguro para seu carro, fica sujeito a arcar com a chamada franquia.

A franquia é o valor que o segurado deve pagar em casos de sinistro. Mas nem sempre é necessário arcar com esses valores. Sabendo disso, você deve estar se perguntando: “Então, quando pago franquia do seguro auto?”.

Imagine que seu carro sofra um acidente. Sua franquia do seguro é de R$1 mil, mas o conserto de todas as avarias ficou avaliado em R$ 4 mil.

Nesse caso, você ficará responsável por quitar R$1 mil do custo do conserto, enquanto a seguradora vai arcar com os R$3 mil restantes. Logo, acidentes requerem o pagamento da franquia – isso se o conserto corresponder a até 75% do valor total do carro.

A SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) define exatamente as situações em que esse custo da franquia pode ser cobrada do consumidor.

De acordo com a circular 269 de 30 de setembro de 2004, há casos em que apenas a seguradora deve arcar com os valores.

Quando pago franquia do seguro auto?

Quando pago a franquia do seguro auto?

Para começar, o indivíduo deve pagar a franquia quando causa danos a terceiros. Se você possuir a cobertura de Responsabilidade Civil Facultativa em sua apólice, a seguradora vai pagar o dano do outro veículo, com sua “ajuda” financeira. Como o previsto em contrato.

Como no exemplo citado, o consumidor paga franquia caso o custo dos reparos seja maior do que a franquia.

Logo, a seguradora não cobra a franquia apenas se o sinistro tiver conserto mais baixo do que o custo da franquia.

Na franquia do exemplo anterior, o consumidor teria que arcar com R$1 mil. Mas o conserto do problema fica em R$ 500.

Assim, a empresa não vai cobrar nada do indivíduo – mas também não vai arcar com o conserto, pois o custo é bem abaixo do que ela cobre.

Finalmente, se seu veículo for roubado e recuperado pela polícia, é possível que seja necessário realizar consertos.

Aqui, as avarias devem corresponder a menos de 75% do valor integral do carro. A franquia será cobrada.

Cuidado com as locadoras

Se alugar um carro e ele for furtado, ou acidentado, saiba que não precisará arcar com nenhum custo da franquia.

Isso porque os carros de locadoras possuem seguros “especiais”, e a seguradora não cobra a franquia das empresas locatárias.

Dessa forma, a empresa não pode repassar os custos ao consumidor. Caso isso seja apontado pela locatária, ressalte que a cobrança, mesmo que de uma multa, é ilegal. Em seguida, procure por auxílio dos órgãos de defesa do consumidor.


Categorizados em:


Deixe uma resposta

Conectado como Rodrigo Conceicao. Fazer logout?