Como contratar um seguro auto que se encaixe no seu orçamento

Publicado por Marcos Chaves

As condições de trânsito e segurança nos grandes centros urbanos tornaram indispensável, para aqueles que possuem o seu próprio automóvel, contratar um seguro auto. Isso porque as possibilidades de dano ao veículo são incontáveis: de acidentes automobilísticos a defeitos naturais, passando por furtos e roubos.

Foto: fecomerciomg.org.br

Foto: fecomerciomg.org.br

A grande questão é que muitas pessoas enxergam o seguro auto como uma pesada despesa, ao invés de visualizarem o serviço como um investimento, uma proteção a todo o dinheiro aplicado na aquisição do veículo. E é aí que surge a grande questão: como contratar um seguro auto bom, confiável e barato?

Entender como funciona o seguro auto é o primeiro passo

Você contrata um seguro auto para proteger o seu veículo, mas é preciso que a seguradora também esteja “segura”. Para explicar melhor isso, basta visualizar a seguinte situação: imagine se todos os segurados de determinada empresa precisassem, ao mesmo tempo, de suas indenizações. A seguradora faliria e ninguém receberia nada.

Quando você vai contratar o seguro auto, a seguradora faz uma detalhada análise do seu perfil pessoal e de vários outros fatores, que agregam ao valor final do seguro. Características como sexo, idade, número de filhos, local onde mora, profissão, região de maior trânsito do veículo são alguns dos principais fatores analisados pelas corretoras antes de fecharem o preço do seguro.

Assim, se a seguradora entender que o seu perfil é “arriscado” – isto é, que você tem mais chances de precisar da indenização, seja por ser jovem (visto como direção arriscada) ou por residir numa área com alta incidência de furtos de veículos –, o preço do seu seguro auto irá subir. Caso você apresente um perfil “menos arriscado” – como ser casado, ter filhos, mais de 30 anos (o que indica uma direção mais “responsável”) – o preço tende a baixar.

Nunca omita informações da seguradora

Não é raro encontrar pessoas que, numa tentativa de “baratear” o preço do seguro auto, omitem ou alteram informações importantes da seguradora na hora de fechar o contrato.

Essa postura pode trazer incontáveis prejuízos ao segurado. Isso porque, antes de você receber a indenização em caso de sinistro, a maioria das seguradoras faz uma pesquisa para verificar os dados e fatos do incidente. Se, nesse processo, ficar evidente que alguma informação foi omitida ou alterada, a seguradora possui amparo legal para negar o pagamento da indenização.

Isso é muito comum, por exemplo, no caso de jovens que contratam seguros de automóveis como se os pais fossem os condutores. Como explicamos acima, pessoas mais velhas, casadas e com filhos tendem a ter um preço de seguro auto mais barato do que jovens solteiros. Em hipóteses como essa, a seguradora pode se recusar a pagar a indenização, o que apenas gera mais transtorno para o segurado em um momento que já é delicado.

Cotações personalizadas garantem o melhor preço

Um valor razoável de seguro auto gira em torno de 3% a 4% do valor real do automóvel segurado; um seguro que custe 10% do valor do veículo já é considerado exorbitante. A grande questão é que os preços de seguro auto podem variar quase 400% de seguradora para seguradora. Assim, uma cotação personalizada em diversas corretoras é o ideal para alcançar o melhor serviço para as suas necessidades.

O SegurodeAutomovel.org fornece todas as ferramentas para você realizar uma cotação personalizada, com as seguradoras mais confiáveis do mercado, sem sequer sair de casa. Faça já a sua e proteja o seu automóvel!


Tag:

Categorizados em: